5 perguntas e respostas sobre investimento

_blog_5_perguntasPrancheta_1_copiar

O investimento é uma estratégia que tem despertado o interesse de muitas pessoas e, apesar dos riscos, consiste em boas oportunidades para aumentar o patrimônio. Entretanto, é um assunto que ainda gera muitas dúvidas.

As principais delas são saber por onde começar e quais são as melhores opções de investimento. Para quem deseja guardar dinheiro e ter mais rendimentos do que a poupança, é fundamental conhecer melhor o mundo dos investimentos.

Foi pensando nisso que trouxemos, neste post, as 5 principais perguntas e respostas sobre o mundo dos investimentos. Continue lendo e ao final você terá maior embasamento para começar a pensar na formação da sua carteira!

5 principais dúvidas e respostas sobre investimentos

Se você entrar nos principais buscadores da internet para pesquisar sobre investimentos, encontrará uma série de informações, já que se trata de um dos assuntos mais aquecidos do momento.

Acontece que para um potencial investidor ou para quem está iniciando agora, muitos conteúdos estarão em nível avançado, o que pode misturar as ideias e comprometer o entendimento sobre as formas de investir dinheiro.

O ideal é seguir um passo a passo, começando pelos conceitos básicos, para se familiarizar com o assunto. Assim, é possível intensificar o aprendizado e, muito em breve, se sentir um investidor de verdade.

Por isso, selecionamos 5 das principais perguntas que os futuros investidores fazem na internet!

1. O que é investimento e como funciona?

Os produtos emitidos por instituições financeiras, empresas ou governo, e que têm como objetivo a captação de recursos mais favoráveis que os empréstimos bancários,  são chamados de investimento.

Ao captar esses recursos, são oferecidos em troca um percentual de rentabilidade ou benefícios de se tornar sócio e receber parte dos lucros. Existem diversos tipos de produtos. Entre os mais populares, estão:

  •  Ações
  • Tesouro Direto
  • Debêntures
  • Criptomoedas
  • Previdência Privada
  • Fundos de Investimento
  • Títulos Públicos
  • Letra Financeira
  • Contrato de Dólar
  • Fundos Imobiliários
  • CDB – Certificados de Depósito Bancário
  • LCI – Letra de Crédito Imobiliário
  • LCA – Letra de Crédito do Agronegócio
  • CRI – Certificado de Recebíveis Imobiliários
  • CRA – Certificado de Recebíveis do Agronegócio
  • ETF – fundo negociado em bolsa

2. Como fazer investimentos?

Para todos esses tipos de investimento listados existem regras específicas, seja de aplicação, resgate ou potencial de rentabilidade. Por isso, é muito importante que você passe um tempo estudando todas as formas para encontrar o mais adequado.

Existem os investimentos de renda fixa, em que a rentabilidade é sabida no momento de aplicação do dinheiro, e os de renda variável, que dependem do mercado e do índice de referência utilizado. Eles são, portanto, mais dinâmicos e arriscados, mas com maior potencial de rendimentos.

Outro fator importante a avaliar, e que determina a forma de investir, é conhecer seu perfil de investidor e objetivo em relação ao dinheiro. Para entender melhor, existem no mercado três perfis de investidores:

  • perfil conservador – aquele que não está disposto a correr muitos riscos e, portanto, faz aplicações da maior parte do capital em ativos de renda fixa;
  • perfil moderado – aquele que valoriza a segurança e evita riscos, mas aceita diversificar a carteira e ousar um pouco mais;
  • perfil arrojado – é aquele investidor disposto a se arriscar para obter melhores resultados e, por isso, concorda em perder, desde que o pensamento seja de ganhar lá na frente.

Assim, você pode ser um investidor iniciante com perfil mais arrojado ou ter uma boa experiência e se manter no nível moderado. Tudo vai depender dos seus objetivos de médio e longo prazo — uma viagem, a compra de um imóvel, a faculdade dos filhos, independência financeira ou uma aposentadoria confortável.

3. Qual investimento é mais seguro?

Embora qualquer investimento seja melhor do que a poupança, se tratando de rentabilidade, todas as alternativas apresentam algum risco, até mesmo os de renda fixa. A segurança nasce do quanto você estiver disposto a perder capital por um período, para aumentar as chances de ganhar em dobro.

O Tesouro Direto é considerado o investimento mais seguro do Brasil, reiterando a ideia de que é preciso considerar o seu perfil e seus objetivos.

4. Investimento é economia?

Há diferenças no conceito de economizar, poupar e investir, que você deve entender para saber como o investimento se encaixa na vida financeira:

  • economizar – não gastar desnecessariamente o dinheiro que se ganha;
  • poupar – guardar parte do dinheiro que se ganha;
  • investir – fazer com que o dinheiro guardado e poupado se multiplique.

Dentro desses três conceitos, investir é uma forma de economia, com alguns riscos de moderados a mais expressivos.

5. Onde investir hoje?

Entre renda fixa e renda variável, os mais diversos produtos estão disponíveis no mercado com boas chances de rentabilidade. A decisão de investir em ações ou em fundos imobiliários, dependerá de como você deseja fazer a composição do seu portfólio.

Para investir bem e ter o sucesso que deseja, o ideal é contar com a orientação de uma assessoria especializada. Os profissionais são experientes e conhecem bem as vantagens e desvantagens de cada produto de investimento, o que pode fazer você se livrar de prejuízos desnecessários.

As vantagens de contar com assessoria especializada

Ao contar com a ajuda de uma assessoria você dará passos mais certeiros, sem contar que não precisará parar suas atividades de rotina para acompanhar as oscilações do mercado — você terá uma equipe à disposição para ficar de olho nas melhores alternativas e oportunidades.

Veja alguns benefícios de contratar os serviços de uma assessoria!

Tomada de decisões mais segura

Se você está no início e ainda não conhece todo o cenário de investimento, bem como os produtos, é normal se sentir inseguro na hora de montar a carteira. Com a assessoria, você tomará decisões mais seguras, orientado pelos profissionais especializados, seja para esclarecer dúvidas ou sugerir investimentos.

Maior potencial de diversificação do portfólio

Uma carteira diversificada pode aumentar as oportunidades de lucro, no entanto, é preciso pensar estrategicamente. A assessoria vai estudar junto com você as opções, analisando quais os produtos e aportes podem ter rendimentos melhores.

Gerenciamento dos riscos

É primordial pensar no gerenciamento de riscos diante da exposição ao perigo de perda significativa de dinheiro. A equipe de assessores fará o trabalho de preparar você para melhor gestão da sua carteira.

Investimentos conforme o seu perfil

Escolher um investimento fora do perfil pode ser um risco que você não precisa correr, se tiver quem oriente sobre os melhores produtos. Assim, dentro da exposição que você estiver disposto a enfrentar e dos objetivos em relação ao dinheiro, seu perfil definirá muito do seu portfólio.

Como você viu, o investimento é um bom negócio, desde que se tenha bons conhecimentos sobre as alternativas, assim como os riscos de médio e longo prazo. O mercado é amplo, assim como as oportunidades. Por isso, quanto mais você se preparar, maiores serão as chances de sucesso.

Agora que você já tirou algumas das principais dúvidas sobre investimento, que tal entrar em contato com a gente e falar com um dos nossos especialistas para descobrir qual é o seu perfil de investidor?

Gostou do nosso conteúdo? Siga também nas redes sociais: InstagramFacebook | Linkedin

Leia também: 

3 PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE PREVIDÊNCIA PRIVADA
COMO A INFLAÇÃO IMPACTA NOS INVESTIMENTOS?

 

29 de julho de 2021

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin