Poupar ou investir: o que é melhor?

template-blogPrancheta-1-copiar

A estabilidade financeira é um objetivo comum a quem deseja ter conforto e melhores possibilidades no futuro para otimizar o patrimônio. Entretanto, lidar com o planejamento financeiro é um grande desafio, principalmente na hora de decidir entre poupar ou investir.

Embora seja uma decisão aparentemente simples, saber qual a alternativa mais vantajosa para o seu perfil é uma tarefa que exige planejamento. Por isso, entender as características e diferenças entre investir e poupar é substancial para ter escolhas seguras e rentáveis.

Se você está pensando em planejar a sua vida financeira e tem dúvidas em poupar ou investir, este post vai ajudar! Continue a leitura e saiba quais as diferenças, vantagens e características. Assim, saberá exatamente qual a alternativa irá atender seus objetivos!

O que significa poupar?

Como o próprio nome sugere, poupar consiste em reservar parte da renda e reunir um montante suficiente para atingir objetivos específicos. Sejam eles a aquisição de bens de alto valor, ter uma reserva de emergência ou outro fator que exige recursos significativos.

Em outras palavras, poupar é o ato de acumular dinheiro para utilizar no futuro. Normalmente, ela exige a organização financeira pessoal. Sendo assim, quem poupa dinheiro, geralmente utiliza a caderneta de poupança para manter os recursos até atingir os objetivos.

O que significa investir?

O investimento é uma atividade mais abrangente. Nela, a pessoa estuda alternativas para aplicar seus recursos e buscar a rentabilidade. Trata-se de um processo proativo, que oferece possibilidades para ter bons rendimentos, principalmente a médio e longo prazo.

Dessa forma, investir consiste em aplicar o dinheiro para ter rendimentos futuros. Ou seja, o valor investido inicialmente vai aumentando durante um determinado período. O mercado financeiro oferece diversas possibilidades de investimentos, com grau de risco, rentabilidade e objetivos distintos.

Os principais tipos de rendas fixa e variável disponíveis para investir são:

  • Letras de Crédito
  • CDB
  • Tesouro Direto
  • Previdência Privada
  • Fundos de renda fixa
  • Ações na Bolsa de Valores.

Nessa premissa, os investimentos estão disponíveis em tipos diferentes. Eles se encaixam nos mais diversos valores para aplicações iniciais e perfis de investidores. Eles podem ser mais conservadores, que preferem evitar riscos, ou arrojados, que assumem riscos para ter rendimentos maiores.

Quais as diferenças entre eles?

Apesar de que investir e poupar pareçam expressões semelhantes, existem diferenças significativas entre elas, como se pode notar em cada conceito. Por isso, entender com clareza as diferenças entre essas alternativas é imprescindível para identificar a melhor opção.

De forma sucinta, a principal finalidade de poupar é apenas guardar dinheiro para atender objetivos específicos, sem a prioridade de ter rendimentos. Por exemplo, acumular os recursos até atingir o valor de um automóvel, casa, viagens ou outras realizações.

Por outro lado, investir vai além de guardar dinheiro. O seu propósito é fazer aplicações para promover a rentabilidade, que pode ser a curto, médio ou longo prazo. Portanto, é um processo em que o dinheiro aumenta de acordo com o período das aplicações.

Qual a melhor opção? Poupar ou investir?

O planejamento financeiro é algo que deve ser avaliado com muita cautela. É preciso considerar perfil, objetivos e prazos. Sendo assim, você precisa conhecer bem suas prioridades e metas para utilizar o dinheiro da melhor forma possível.

Caso o seu objetivo seja atingir um propósito específico, poupar dinheiro pode ser uma boa alternativa. Porém, é importante lembrar que a poupança tem baixos rendimentos. No entanto, se o seu objetivo for elevar o patrimônio a médio e longo prazo, investir é a opção ideal.  

Contudo, com as facilidades que a tecnologia oferece, investir se tornou mais vantajoso e seguro. Ele possui muitas possibilidades de ganhos. É uma forma de deixar o dinheiro trabalhar e render, até que atinja os propósitos do seu planejamento pessoal.

Quais as vantagens de não deixar o dinheiro parado?

Mesmo que tenha um objetivo claro, deixar o dinheiro parado é um risco considerável. Além de não ganhar, a sua reserva está mais suscetível a gastos desnecessários e à desvalorização. Isso pode comprometer todo o seu planejamento financeiro.

Sendo assim, estudar modalidades para investir é essencial para otimizar seus lucros e potencializar os objetivos, evitando perder dinheiro. Isso porque a conta poupança tem rendimentos baixos e a conta corrente não oferece ganhos, o que não auxilia nos seus objetivos.

Nesse contexto, evitar deixar o dinheiro parado proporciona muitas vantagens, como:

  • ganhos com juros compostos;
  • mais controle sobre as finanças;
  • grande variedade de investimentos;
  • maior segurança para o seu dinheiro;
  • evita gastos desnecessários.

Portanto, evitar deixar o dinheiro parado é a melhor forma para garantir que os seus objetivos sejam alcançados, sem interferências. Além disso, é uma forma inteligente para ter uma boa estabilidade financeira e cuidar para que não faltem recursos no futuro.

Por que contar com uma assessoria especializada?

Não deixar o dinheiro parado é muito importante. Para isso, a melhor alternativa é realizar investimentos de acordo com o seu perfil e seus objetivos. Contudo, é essencial ter apoio para escolher modalidades vantajosas, que se encaixem perfeitamente no seu planejamento.

Nesse sentido, contar com uma assessoria especializada em investimentos é a melhor alternativa. Assim, você terá mais facilidade e aplicará seu dinheiro com segurança. Isso evita erros e otimiza o tempo para ter rendimentos, considerando as suas necessidades e objetivos.

Ou seja, é o apoio profissional necessário para ter orientações confiáveis e aproveitar as oportunidades de lucratividade, de acordo com o seu perfil. Portanto, ter uma assessoria especializada é algo que não deve ser negligenciado. Ela contribui para impulsionar as possibilidades de sucesso do seu planejamento.

Como você pôde notar neste artigo, saber escolher entre poupar ou investir é imprescindível para aumentar a qualidade de vida e oportunidades no futuro. Afinal, lidar com o dinheiro de uma forma inteligente é a chave para a estabilidade e crescimento financeiro.

Agora que entendeu como decidir entre poupar ou investir, o que acha de disseminar boas informações e auxiliar outras pessoas?

Compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais e permita que seus contatos também fiquem bem informados!

Gostou do nosso conteúdo? Siga também nas redes sociais: Instagram | Facebook | Linkedin

Leia também: 

5 perguntas e respostas sobre investimento 

12 de agosto de 2021

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin