Seguro de vida resgatável: tranquilidade e segurança financeira

template-seguro-de-vidaPrancheta-1-copiar

O seguro de vida é um serviço indispensável, pois fornece apoio importante em momentos delicados da vida, promovendo mais tranquilidade. Sendo assim, o seguro de vida resgatável é uma das principais opções para pessoas que priorizam essa segurança financeira.

Além de proporcionar maior flexibilidade, o seguro de vida resgatável tem características que agradam muitos perfis de clientes — especialmente por permitir o resgate de valores após um prazo de carência, dependendo do tipo de contrato e condições assinadas com a seguradora.

Mas afinal, você sabe o que é e como funciona o seguro de vida resgatável? Se deseja conhecer melhor essa alternativa para planejar suas ações, vamos ajudar!

Continue a leitura deste post e saiba o conceito, diferenças para o seguro convencional, vantagens e outras informações relevantes!

O que é o seguro de vida resgatável?

O seguro de vida resgatável segue o mesmo conceito do seguro de vida tradicional. Entretanto, é uma modalidade que permite ao segurado recuperar um percentil do valor investido com as devidas correções, após um período de carência definido em contrato.

Em outras palavras, ao contratar um seguro de vida resgatável uma pessoa pode solicitar o resgate dos valores após um período, sem motivo específico. Ou seja, caso aconteça algum imprevisto ou simplesmente desistir de manter o plano do seguro ativo.

Qual a diferença para o seguro de vida tradicional?

A principal diferença entre o seguro de vida tradicional e o resgatável é a possibilidade de resgate dos valores em qualquer momento após a carência. O seguro de vida tradicional permite o resgate apenas em caso de fatalidade, ou seja, eventual falecimento ou invalidez do titular.

Por outro lado, o seguro de vida resgatável oferece a oportunidade de retirar os recursos em vida, sem a necessidade de ter um evento específico. Portanto, caso o titular desista do plano ou necessite de recursos financeiros com urgência, é possível solicitar os valores.

Quais as vantagens do seguro de vida resgatável?

Nos últimos anos, o seguro de vida se tornou um produto cada vez mais procurado pelas pessoas, devido à segurança financeira e à tranquilidade que proporciona. Nesse sentido, para atender a todos os perfis e necessidades, o mercado segurador também evoluiu bastante.

Exemplo disso é a criação do seguro de vida resgatável, que proporciona mais flexibilidade para o titular, com a possibilidade de resgate em vida. Sendo assim, é uma modalidade de seguro que oferece uma cobertura vantajosa e ideal para muitas famílias.

Saiba quais são as vantagens:

Contribui para a rentabilidade

O seguro é um investimento, ou seja, os valores aplicados com as mensalidades passam por rendimentos anuais, com as devidas correções. Diante disso, o dinheiro do titular pode render mais com o tempo e chegar a valores mais altos no momento do resgate.

Resgate em vida

A principal vantagem do seguro de vida resgatável é a possibilidade de solicitar o dinheiro em vida, após o período de carência acordado em contrato. Assim, é mais uma possibilidade para ter uma reserva para usar em caso de alguma situação de dificuldade financeira. 

Mais flexibilidade para pagamento

Outra vantagem importante que o seguro de vida resgatável oferece é a flexibilidade nas parcelas e para definir o valor de resgate. Além disso, o valor das parcelas não aumenta com a idade, apenas é possível ter ajustes da inflação, o que ajuda a evitar surpresas desagradáveis durante o pagamento do plano.

Para quais perfis esse tipo de seguro é indicado?

O seguro de vida resgatável é um modelo que agrada a todos os perfis que desejam ter benefícios e segurança financeira, sem abrir mão da flexibilidade. O principal fator que influencia nessa decisão é o planejamento familiar para lidar com o patrimônio.

Portanto, o esse investimento é ideal para atender pessoas que desejam ter um seguro de vida a longo prazo, mas que almejam ter assistência em caso de alguma situação de emergência, ou contar com a possibilidade de desistir do plano, sem ter prejuízos.

Quando o seguro de vida resgatável é necessário?

Ter um seguro de vida é algo necessário para qualquer pessoa, pois além de preservar o patrimônio, garante assistência em momentos difíceis. Com esta modalidade de seguro, tudo fica ainda mais simples e confiável, devido à possibilidade de resgate em vida.

Dessa forma, o titular pode definir o valor de resgate de acordo com suas necessidades, o que é necessário em determinados tipos de situações, como em crises financeiras, aquisição de bens, cobrir emergências ou mudanças na organização do planejamento financeiro familiar.

Como escolher e resgatar os valores do seguro?

Embora o seguro de vida seja flexível e oferece vantagens, é imprescindível conhecer todas as características antes de assinar a apólice. Sobretudo, para garantir que todos os termos do contrato estejam de acordo com os seus objetivos e preferências.

Sendo assim, para escolher o seu seguro de vida resgatável, adquira um plano em uma seguradora confiável e reconhecida no mercado. É a melhor maneira para ter tranquilidade e contar com assistências eficientes nos momentos que mais precisar.

Além disso, é interessante escolher planos personalizados, ou seja, que são desenvolvidos considerando as suas preferências. No caso do seguro resgatável, é um fator importante, pois oferece mais transparência se você decidir em algum momento fazer o resgate.

Para resgatar os valores do seu seguro, inicialmente, é preciso avaliar as condições e termos do contrato, como o prazo de carência e possibilidade de definição de valores. Dessa maneira, é necessário consultar a seguradora e alinhar todas as condições para fazer a solicitação, sem ter complicações.

O seguro de vida resgatável é uma opção vantajosa para ter segurança financeira e comodidade, como você pode perceber neste artigo. Portanto, se deseja ter tranquilidade em momentos difíceis, é um produto ideal para fazer parte dos seus investimentos.

Gostou do post? Ajude a disseminar informações importantes para seus contatos e familiares! Compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!

Leia também: 

5 perguntas e respostas sobre Investimento

Poupar ou investir? O que é melhor?

5 de agosto de 2021

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin